Posts Tagged ‘comunicação’

Valores e Cultura nas Organizações

LD | 11 de outubro de 2017 in Comunicação,Geral | Comments (0)

Tags: , , , ,

Nós transmitimos nossos valores pela comunicação.

O coach Richard Barret, que desenvolveu o coaching evolutivo, traz no livro “A organização dirigida por valores” pontos fundamentais para discutirmos nas empresas.
Ele propõe uma metodologia simples para avaliar e gerenciar os valores e a cultura organizacional. Trabalho indispensável para o movimento do capitalismo consciente, portanto, peça essencial para a sustentabilidade no mundo dos negócios.
Precisamos valorizar e medir as dimensões qualitativas e quantitativas da organização. Ter consciência do discurso e humanizar as relações para aumentar a performance.
O modelo dos sete níveis de consciência, desenvolvido por Barret, é poderoso para medirmos o nível de consciência de indivíduos, equipes e organizações.
Nas empresas é essencial para o desenvolvimento da liderança aumentando o autoconhecimento do líder. É responsabilidade do líder criar uma cultura que esteja alinhada com os valores e as necessidades das pessoas.
As relações e a cultura devem ser baseadas na confiança, sem ela as relações, a comunicação e os processos ficam comprometidos. Com confiança ultrapassamos obstáculos e criamos soluções inovadoras.
Por fim, uma das contribuições mais importantes é unir a pessoa fora do trabalho com a do trabalho, sem isso, destruímos a qualidade de vida das pessoas. As pessoas querem fazer sua diferença no mundo conectadas com seu propósito e com o da empresa, portanto, as empresas também precisam desempenhar um papel fundamental na sociedade.
Esse livro é nossa recomendação no Papo Direto – Biblioteca da Comunicação.


Você olha para o seu interlocutor?

LD | 31 de agosto de 2017 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , ,

Outro dia, eu e uma cliente tivemos uma discussão muito interessante sobre o olhar.
Estávamos assistindo a uma gravação dela quando ela notou que não olhava para a câmera. Ela me disse que nesse momento foi de propósito, a câmera a intimida, mas isso a fez refletir e reconhecer que no dia a dia não olhava para as pessoas. Por que não? A justificativa foi que, se olhasse para as pessoas, elas saberiam o que ela está sentindo teriam acesso às suas emoções. A cliente inclusive citou aquele sábio ditado: “os olhos são espelhos da alma”.
Seguimos a discussão sobre o olhar, concluindo que ele abre a conexão com o outro, nos aproxima. Não seria esse, justamente, um dos objetivos da nossa comunicação? A conexão, o relacionamento.
O olhar tem um papel fundamental na comunicação. Inclusive voltando para minha cliente começamos a falar que ele é fundamental na hora da paquera ou da “resenha” como dizem os mais novos. E na hora do convite ao beijo, então? Como desviar o olhar?
Quando olhamos para o outro estamos incluindo-o, acolhendo-o no nosso discurso, na nossa história, estamos pedindo sua atenção. Desviar o olhar ou recusar-se a olhar significa não aceitar a inclusão, não querer participar e, na maioria das vezes, o outro o sente-se totalmente desconfortável na situação.
O olhar também transmite credibilidade, mas falaremos disso em outro post.
Como está a minha cliente? Observando… Pedi para se observar e observar o olhar dos outros. Perceber o que sente ao olhar e quando é olhada. E nossa discussão continuará.
A melhor comunicação é a que nos conecta pela emoção e o olhar é essencial para isso!


Networking é importante

LD | 7 de julho de 2017 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , , ,

6 passos para melhorar o seu networking

julho 6, 2017 11:29 am Publicado por 

O IBEF Jovem realizou um mini workshop sobre networking nesta terça-feira (04), na sede do IBEF SP. A palestrante foi a coach Sandra Oliveira, mestre em Distúrbios da Comunicação pela PUC-SP.

A comunicação entre pessoas como ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional é o objeto de trabalho de Sandra há mais de 20 anos.

¨Nossos mentores sempre destacam a importância da comunicação e do relacionamento com outras pessoas para obter oportunidades. Mas ninguém nos diz como conseguir esses contatos! A Sandra nos dará dicas¨, disse Mariña Martinez, membro do IBEF Jovem, na abertura do evento.

Mariña Martinez e Sandra Oliveira

Veja os principais conselhos para melhorar seu networking, extraídos do bate-papo com Sandra Oliveira.

1) Conheça a si mesmo – ¨O autoconhecimento é o primeiro passo. Descubra o que você tem de melhor a oferecer ao outro. E como se sente bem para fazer isso¨, destacou Sandra.

Entenda o seu perfil: você é uma pessoa extrovertida ou introvertida? ¨As pessoas extrovertidas recarregam as energias no contato com o outro, fazendo networking. Já as introvertidas gastam energia com essa atividade¨, explicou a coach de comunicação.

Evite ir a um encontro ou reunião com a bateria pessoal ¨descarregada¨. Momentos antes do contato procure fazer algo que o deixe feliz e reenergizado, aconselhou Sandra. 

2) Monte o seu ¨elevator pitch¨– O contato com alguém importante pode durar minutos ou segundos – tão breve quanto uma conversa no elevador. Como se apresentar e deixar a sua marca no outro em tão pouco tempo?

Reflita sobre o que você pode pinçar no seu currículo que irá resumir a essência do que você faz, o que de melhor pode entregar àquele interlocutor, destacou Sandra.

¨Se me perguntarem: o que você faz? Direi que ajudo executivos a comunicar bem, se estou em um ambiente corporativo. Ou que ajudo pessoas a falar melhor em público, se estiver entre oradores. O discurso se adequa ao público¨, disse a coach de comunicação, citando um exemplo.

Evite jogar uma avalanche de informações no colo do outro ou usar termos técnicos com quem não é da área. Lance a isca de informação que fará você parecer interessante ao outro e motivá-lo a fazer mais perguntas.

3) Seja mais interessado do que interessante – ¨Conversar com alguém é sempre mais gostoso quando a outra pessoa demonstra interesse em você¨, destacou a coach.

Faça perguntas ao seu interlocutor, e esteja disposto a ouvir mais e falar menos. Isso fará com que o outro se sinta importante e valorizado, ressaltou a coach.

Sandra Oliveira, coach de comunicação

O interesse em escutar precisa ser genuíno. ¨A pessoa percebe logo quando o interesse é falso, e você não está prestando atenção ao que ela diz. Você precisa estar presente¨.

4) Xô, celular! –  O aparelhinho pode ser o arqui-inimigo do networking, alertou Sandra. ¨Quando você entra em um lugar e só fica olhando para o celular, está se fechando para as pessoas ao redor. Elas não se aproximarão¨.

¨Ninguém é multitarefa. Ou você presta atenção no celular ou na pessoa que conversa com você. Se você olhar para o celular a todo momento, ela se sentirá desvalorizada e terá uma impressão ruim. Para fazer networking é preciso esquecer o celular naquele momento¨, arrematou. 

5) Use as redes sociais a seu favor – Enviar um convite de conexão no LinkedIn para alguém com quem você tomou um café ou trocou cartões é uma boa maneira de estender as oportunidades de relacionamento.

¨Você pode ser leve: envie uma mensagem afirmando que adorou a conversa e gostaria de manter contato. É melhor do que apenas um convite padrão. Quanto mais personalizada a comunicação, mais impacto terá no outro¨, destacou Sandra.

Cuide dos seus diferentes perfis nas redes sociais. Lembre-se que alguém sempre pode buscar você na web depois do primeiro contato. Fotos e palavras inadequadas podem abalar uma boa impressão inicial.

Tenha sensibilidade também para respeitar o espaço do outro. Há pessoas que preferem deixar contatos profissionais no LinkedIn e não os estender ao Facebook, que é uma rede pessoal. Não é uma regra fechada, mas na dúvida, não arrisque.

6) Deixe a sua marca – ¨Tudo o que você fizer ao conhecer alguém, e após esse momento, irá deixar a sua marca e aprofundar essa impressão¨, destacou a especialista.

Participantes do workshop

Sandra observou que gentileza gera gentileza. Uma mensagem de agradecimento após um bom papo, ou um convite para um café ou almoço pode contribuir de forma positiva.

O mais importante de tudo é respeitar seus limites. Não precisa começar seu networking já convidando o CEO para tomar um sorvete. Ás vezes, pode ser apenas um café com seus pares no trabalho.

¨Comece fazendo o que te deixa mais confortável. E, aos poucos, vá se desafiando mais e mais. No começo, pode parecer forçado, mas quando os resultados desse empenho começarem a aparecer, você ficará cada vez mais motivado¨, arrematou Sandra.

(Reportagem: Debora Soares /Fotos: Debora Soares e Raisa Soares)


Carisma na comunicação

LD | 2 de dezembro de 2013 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , ,

Nos estilos de comunicação encontramos um que é o carismático, alguns clientes falam para mim que gostariam de ser esse estilo. O consideram melhor, apesar de não existir um que seja o melhor são apenas estilos que diferem entre as pessoas, de acordo com suas personalidades. O carismático é fácil de lidar, baseia suas decisões em informações equilibradas e enfatiza resultados. Lula pode ser um carismático, mas me chamou muito atenção esse artigo da Veja que Maílson da Nóbrega escreveu: Lula, o carisma que deseduca, que pena ver isso!!!!
https://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2013/11/25/lula-o-carisma-que-deseduca


Aparência pessoal

LD | 27 de novembro de 2013 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , ,

A apresentação pessoal também comunica. Nossa aparência é o primeiro dado que a outra pessoa tem para começar a nos conhecer, ela pode dizer muitas coisas…
O Estadão de 09 de novembro de 2013 publicou uma matéria sobre o twitter e o facebook e eles citam: “Mark Zuckerberg mostrou sua imaturidade nos eventos do road show, aos quais compareceu vestindo agasalhos da sua marca, o que, na opinião de muitas pessoas, foi desrespeito” Dan Miller-Smith
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,por-que-o-twitter-bombou-e-o–facebook-nao–,1094856,0.htm


LD | 22 de novembro de 2013 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , ,

1392559_645795008776578_246678014_n


Insatisfação

LD | 21 de novembro de 2013 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , , ,

“Tudo quanto fazemos, na arte ou na vida, é a cópia imperfeita do que pensamos em fazer. Desdiz não só da perfeição externa, senão da perfeição interna; falha não só à regra do que deveria ser, senão à regra do que julgávamos que poderia ser. Somos ocos não só por dentro, senão também por fora, párias da antecipação e da promessa.”
Livro do desassossego, Fernando Pessoa
“…Em vez de correr para não perder nada, o mais indicado talvez seja trocar a quantidade pela qualidade – consumir menos informação e se deter com atenção naquilo que recebemos, pensar a respeito, fazer conexões internas que propiciem a construção e a apropriação do saber. E isso sim nos diferencia, nos faz únicos e talvez um pouco menos angustiados e insatisfeitos….Possivelmente, o que há de mais precioso para saber é como se manter por inteiro no momento presente.”
“Sob o signo da insatisfação”
http://www.flipsnack.com/FD9F6A58B7A/ftjsd0el


LD | 7 de novembro de 2013 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , , ,

Ontem assisti no último evento do ano do “Fronteiras do pensamento” o pesquisador Paul Zak, muito interessante seus estudos com o efeito do hormônio oxitocina. Ele a considera como a molécula responsável pelas relações de confiança na sociedade, na economia e, também, em comportamentos humanos como a empatia, o altruísmo e a moralidade. Seus estudos retomam a clássica teoria dos sentimentos morais de Adam Smith, conferindo a esta fundamentos bioquímicos. Todos esses aspectos são fundamentais para o relacionamento interpessoal e por consequência para Comunicação! Zak inova, ainda, ao afirmar que as interações pelas redes sociais são interpretadas, pelo cérebro, como conexões pessoais. Olha que máximo! Ainda saímos com a recomendação de darmos oito abraços por dia! Adorei!!!PaulZak


LD | 5 de novembro de 2013 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , , ,

“O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila. Em silêncio. Sem dar conselhos. Sem que digam: “Se eu fosse você”. A gente ama não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A fala só é bonita quando nasce de uma longa e silenciosa escuta. É na escuta que o amor começa. E é na não escuta que ele termina” Rubem Alves
http://www.winaudio.com.br/produtos-e-servicos/noticias-em-audiologia/3715-ruidos-urbanos-sao-a-causa-de-estresse-depressao-insonia-hipertensao-entre-outros-danos-a-saude-humana-.html


Dizer o que pensa!

LD | 17 de outubro de 2013 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , ,

A Comunicação não é um ato simples, por meio dela expomos nossas ideias e convicções, portanto, nos mostramos, dizemos quem somos e a que viemos. Quando queremos agradar a todos, não estamos nos mostrando, certo? Seria possível agradar a todos?

No filme Zelig, Woody Allen retrata uma “pessoa tão amável, tão desejosa de agradar que concorda com tudo o que a pessoa ao lado diz. Só que Zelig acaba indo ao psiquiatra com sério problema. Ao querer ser todo mundo, ele acaba sendo ninguém. Sendo ninguém, e não tendo opinião própria, ele acaba esquecido, o contrário do que o intelectual politicamente correto Maria vai com a onda do momento pensa.”

O dilema é: “devo dizer o que eu penso, ou devo dizer o que a plateia quer ouvir. Se meu compromisso é com a integridade intelectual, a minha opção é a primeira”.

 

http://blog.kanitz.com.br/integridade-intelectual/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+stephen_kanitz+%28Artigos+Para+Se+Pensar+-+Stephen+Kanitz%29