Archive for the ‘Comunicação’ Category

Gagueira tem cura?

LD | 14 de setembro de 2017 in Comunicação,Fluência,Geral,Linguagem | Comments (0)


A gagueira é uma alteração da fluência da fala. A fala/linguagem é objeto de estudo da Fonoaudiologia e, portanto, o fonoaudiólogo, especialista em linguagem e/ou fluência, é o profissional habilitado para atender as pessoas que gaguejam.
Durante o XXV Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia pude participar de uma atualização sobre o tema com a brilhante fonoaudióloga Anelise Bohnen.
As causas da gagueira são múltiplas, ainda prevalece a causa genética (70%), mas pode ocorrer por infecções das vias aéreas superiores por estreptococos e até por produtos químicos inalados. Temos pelo menos sete fatores a serem investigados.
O diagnóstico diferencial e correto é fundamental para o tratamento.
Quanto mais cedo a pessoa inicia o processo terapêutico fonoaudiológico melhor, portanto, a qualquer dúvida dos pais o fonoaudiólogo deve ser consultado.
Há várias pesquisas em andamento sobre equipamentos eletrônicos e até remédio para a cura da gagueira, mas atualmente o melhor resultado é alcançado com a terapia fonoaudiológica.
Sites para mais informações:
http://www.gagueira.org.br/
http://www.abragagueira.org.br/


Duas dicas de comunicação para se dar bem em qualquer profissão

LD | 12 de setembro de 2017 in Comunicação,Linguagem,Voz | Comments (0)

Tags:

Trabalhando no aperfeiçoamento da comunicação e sendo fonoaudiólogas por vezes somos questionadas – por clientes e amigos- sobre o que pode ser feito para comunicar de forma clara e produtiva no trabalho.
A resposta não é simples, mas dois pontos fazem MUITA DIFERENÇA!!!
O primeiro deles é a AUTENTICIDADE, ser verdadeiro (a) no que fala dá o tom para quem ouve, isto é, dá segurança naquilo que é dito, pois quando somos verdadeiros até nossa voz soa mais firme e fortalece nossa mensagem.
O segundo ponto é prestar ATENÇÃO naquilo que seu interlocutor fala, ou seja, quando você presta atenção total ao que escuta pode falar algo pertinente e relacionado ao assunto que está sendo tratado.

Se você seguir essas duas dicas, nós garantimos que terá bastante sucesso profissional. Não existe milagre, estar presente e seguir seu estilo respeitando os outros fazem com que você tenha uma comunicação mais eficiente no ambiente de trabalho.
Uma última dica, de número três, autoconhecimento é o que faz com que as dicas 1. Autenticidade e 2. Atenção ao que é falado
sejam possíveis.
Como você pode notar, comunicação exige de quem fala um cuidado relevante quando se tem por objetivo ser um profissional bem sucedido!


Biblioteca de Comunicação – livro novo

LD | 6 de setembro de 2017 in Comunicação | Comments (0)

A dica de leitura de hoje é um livro muito bom escrito por William Ury. Ele é destinado a quem quer e gosta de se preparar para ser um excelente comunicador durante uma negociação. A ideia é que, ao ter pleno conhecimento do que é importante para você, de quem você é e quais são as condições da negociação, entre outros pontos, você poderá se concentrar na comunicação e obter resultados bastante positivos para você e para o outro. Essa é a melhor negociação! Por favor, fique a vontade para comentar abaixo.


Você olha para o seu interlocutor?

LD | 31 de agosto de 2017 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , ,

Outro dia, eu e uma cliente tivemos uma discussão muito interessante sobre o olhar.
Estávamos assistindo a uma gravação dela quando ela notou que não olhava para a câmera. Ela me disse que nesse momento foi de propósito, a câmera a intimida, mas isso a fez refletir e reconhecer que no dia a dia não olhava para as pessoas. Por que não? A justificativa foi que, se olhasse para as pessoas, elas saberiam o que ela está sentindo teriam acesso às suas emoções. A cliente inclusive citou aquele sábio ditado: “os olhos são espelhos da alma”.
Seguimos a discussão sobre o olhar, concluindo que ele abre a conexão com o outro, nos aproxima. Não seria esse, justamente, um dos objetivos da nossa comunicação? A conexão, o relacionamento.
O olhar tem um papel fundamental na comunicação. Inclusive voltando para minha cliente começamos a falar que ele é fundamental na hora da paquera ou da “resenha” como dizem os mais novos. E na hora do convite ao beijo, então? Como desviar o olhar?
Quando olhamos para o outro estamos incluindo-o, acolhendo-o no nosso discurso, na nossa história, estamos pedindo sua atenção. Desviar o olhar ou recusar-se a olhar significa não aceitar a inclusão, não querer participar e, na maioria das vezes, o outro o sente-se totalmente desconfortável na situação.
O olhar também transmite credibilidade, mas falaremos disso em outro post.
Como está a minha cliente? Observando… Pedi para se observar e observar o olhar dos outros. Perceber o que sente ao olhar e quando é olhada. E nossa discussão continuará.
A melhor comunicação é a que nos conecta pela emoção e o olhar é essencial para isso!


Biblioteca de Comunicação – Inteligência Emocional

LD | 23 de agosto de 2017 in Comunicação | Comments (0)

Daniel Goleman reuniu no livro “Liderança: a inteligência emocional na formação de um líder de sucesso” artigos sobre o tema. Escolhemos dividir com vocês comentários sobre o artigo “Inteligência social e a biologia da liderança”.
Ele traz a neurociência social – o que acontece no cérebro enquanto as pessoas interagem. Quando os líderes tem empatia e sintonizam seu estado de espírito com os outros afetam sua química do cérebro e a de seus seguidores.
É por meio da comunicação que o líder vai inspirar os outros a serem eficazes. Seguidores espelham seus líderes literalmente e o bom humor, sorriso e a intuição comprovadamente fazem diferença. O líder deve estar na sintonia fina, há uma afinidade entre as pessoas e a expressão corporal é decisiva para isso.
Ele ressalta que para se tornar socialmente mais inteligente você precisa de alguém que dê um feedback honesto e/ou da ajuda de um profissional, para mudar comportamento por meio de autoconhecimento, avaliação e treino das habilidades sociais.
Pesquisas demonstram que líderes socialmente inteligentes tem melhor desempenho. As qualidades que eles possuem são: empatia, sintonia, percepção organizacional, influência, desenvolvimento dos outros, inspiração e trabalho de equipe.


Comunicação e Mercado de Trabalho- você está em transição de carreira, esse artigo é para você!

LD | 21 de agosto de 2017 in Comunicação,Geral,Voz | Comments (0)

Tags:

Aqui na Linguagem Direta, além do atendimento a empresas, também atuamos com profissionais de forma individual.

Entre o público com o qual temos trabalhado há um público que está ou estiveram em transição de carreira. Por esse ser um tema sensível e que atinge muitas pessoas que não tem acesso a um serviço como o nosso, iniciamos nossos artigos com ele.

VAMOS LÁ!

Hoje todo profissional em qualquer nível e área, tem acesso a diversos cursos, de todos os tipos, especialização, pós graduação, MBA, etc etc, a lista é grande! Todos eles nos oferecem muito conteúdo e aprendizado para exercermos melhor nossa profissão e atingirmos nossas metas na carreira ou no próprio negócio, não é verdade? Nós também fazemos cursos para sermos melhores profissionais. Isso é ÓTIMO!!! Recomendamos que este seja um hábito na sua vida profissional se deseja crescer e galgar novos postos.

O que acontece é que estudar preenche apenas a parte do nosso conteúdo. Já te ocorreu que para transmitir esse conteúdo e ter atenção do público é necessário outras habilidades? A principal delas é a comunicação.

Saber expressar seu conhecimento de forma clara, coerente e de acordo com o contexto requer uma construção delicada de estratégias de comunicação.

Saber o que dizer é FUNDAMENTAL, mas saber COMO dizer é que faz A DIFERENÇA!! 

Então a nossa ideia aqui é oferecer algumas estratégias para você usar na sua próxima oportunidade de entrevistar alguém. São três formas que você pode usar para poder valorizar- “passar um marca texto amarelo”- aquilo que você fala:

  1. Escute e interprete o que o outro fala antes de responder;
  2. Fale com uma intensidade (volume de voz) adequada ao ambiente onde você está e ao número de pessoas com quem está falando, só fale alto se o ambiente for ruidoso e houver necessidade;
  3. Procure usar pausas na sua fala, nada de falar correndo e por muito tempo. As pessoas gostam de interagir e não de ficar escutando um “discurso”. 

Esses são alguns cuidados que auxiliarão você a aproveitar melhor uma oportunidade de emprego, subir na sua carreira ou fazer crescer o seu próprio negócio! Falar bem pode fazer a diferença e FAZ!

Fique a vontade para deixar um comentário ou pergunta abaixo.


Lançamento- Papo Direto- Biblioteca da Comunicação

LD | 10 de agosto de 2017 in Comunicação | Comments (0)

Tags:

Agosto é o mês de aniversário da Linguagem Direta e para comemorar estamos lançando o Papo Direto – Biblioteca da Comunicação. Escreveremos sobre livros que consideramos interessantes e que podem ajudar aqueles que querem se comunicar melhor, que querem aprofundar o trabalho que desenvolvem conosco e os que são curiosos pelo assunto, entre outros! Se você quiser comentar, perguntar algo ou indicar livros com o foco em comunicação por favor deixe seu comentário abaixo. Nós, Juliana e Sandra, sócias da Linguagem Direta estamos animadas com esse novo projeto e contamos com você!

A ideia é distribuir conhecimento de qualidade! Você pode seguir nosso Papo Direto – Biblioteca da Comunicação por aqui ou nas páginas da Linguagem Direta no LinkedIn, Facebook e Instagram.

Nosso primeiro livro é, também, um tema que temos tratado em muitas empresas. As conferências TED tem um estilo bem dinâmico e diferente de muitas apresentações que ocorrem no ambiente corporativo. Nesse livro você vai encontrar toda a orientação para poder realizar uma conferência TED. A comunicação, claro, tem uma característica bastante específica, pois é feita de forma a deixar a pessoa que fala mais próxima da plateia e, portanto, mais vulnerável. Esse livro é escrito pelo presidente do TED e detentor da marca. Boa leitura!


Networking é importante

LD | 7 de julho de 2017 in Comunicação | Comments (0)

Tags: , , ,

6 passos para melhorar o seu networking

julho 6, 2017 11:29 am Publicado por 

O IBEF Jovem realizou um mini workshop sobre networking nesta terça-feira (04), na sede do IBEF SP. A palestrante foi a coach Sandra Oliveira, mestre em Distúrbios da Comunicação pela PUC-SP.

A comunicação entre pessoas como ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional é o objeto de trabalho de Sandra há mais de 20 anos.

¨Nossos mentores sempre destacam a importância da comunicação e do relacionamento com outras pessoas para obter oportunidades. Mas ninguém nos diz como conseguir esses contatos! A Sandra nos dará dicas¨, disse Mariña Martinez, membro do IBEF Jovem, na abertura do evento.

Mariña Martinez e Sandra Oliveira

Veja os principais conselhos para melhorar seu networking, extraídos do bate-papo com Sandra Oliveira.

1) Conheça a si mesmo – ¨O autoconhecimento é o primeiro passo. Descubra o que você tem de melhor a oferecer ao outro. E como se sente bem para fazer isso¨, destacou Sandra.

Entenda o seu perfil: você é uma pessoa extrovertida ou introvertida? ¨As pessoas extrovertidas recarregam as energias no contato com o outro, fazendo networking. Já as introvertidas gastam energia com essa atividade¨, explicou a coach de comunicação.

Evite ir a um encontro ou reunião com a bateria pessoal ¨descarregada¨. Momentos antes do contato procure fazer algo que o deixe feliz e reenergizado, aconselhou Sandra. 

2) Monte o seu ¨elevator pitch¨– O contato com alguém importante pode durar minutos ou segundos – tão breve quanto uma conversa no elevador. Como se apresentar e deixar a sua marca no outro em tão pouco tempo?

Reflita sobre o que você pode pinçar no seu currículo que irá resumir a essência do que você faz, o que de melhor pode entregar àquele interlocutor, destacou Sandra.

¨Se me perguntarem: o que você faz? Direi que ajudo executivos a comunicar bem, se estou em um ambiente corporativo. Ou que ajudo pessoas a falar melhor em público, se estiver entre oradores. O discurso se adequa ao público¨, disse a coach de comunicação, citando um exemplo.

Evite jogar uma avalanche de informações no colo do outro ou usar termos técnicos com quem não é da área. Lance a isca de informação que fará você parecer interessante ao outro e motivá-lo a fazer mais perguntas.

3) Seja mais interessado do que interessante – ¨Conversar com alguém é sempre mais gostoso quando a outra pessoa demonstra interesse em você¨, destacou a coach.

Faça perguntas ao seu interlocutor, e esteja disposto a ouvir mais e falar menos. Isso fará com que o outro se sinta importante e valorizado, ressaltou a coach.

Sandra Oliveira, coach de comunicação

O interesse em escutar precisa ser genuíno. ¨A pessoa percebe logo quando o interesse é falso, e você não está prestando atenção ao que ela diz. Você precisa estar presente¨.

4) Xô, celular! –  O aparelhinho pode ser o arqui-inimigo do networking, alertou Sandra. ¨Quando você entra em um lugar e só fica olhando para o celular, está se fechando para as pessoas ao redor. Elas não se aproximarão¨.

¨Ninguém é multitarefa. Ou você presta atenção no celular ou na pessoa que conversa com você. Se você olhar para o celular a todo momento, ela se sentirá desvalorizada e terá uma impressão ruim. Para fazer networking é preciso esquecer o celular naquele momento¨, arrematou. 

5) Use as redes sociais a seu favor – Enviar um convite de conexão no LinkedIn para alguém com quem você tomou um café ou trocou cartões é uma boa maneira de estender as oportunidades de relacionamento.

¨Você pode ser leve: envie uma mensagem afirmando que adorou a conversa e gostaria de manter contato. É melhor do que apenas um convite padrão. Quanto mais personalizada a comunicação, mais impacto terá no outro¨, destacou Sandra.

Cuide dos seus diferentes perfis nas redes sociais. Lembre-se que alguém sempre pode buscar você na web depois do primeiro contato. Fotos e palavras inadequadas podem abalar uma boa impressão inicial.

Tenha sensibilidade também para respeitar o espaço do outro. Há pessoas que preferem deixar contatos profissionais no LinkedIn e não os estender ao Facebook, que é uma rede pessoal. Não é uma regra fechada, mas na dúvida, não arrisque.

6) Deixe a sua marca – ¨Tudo o que você fizer ao conhecer alguém, e após esse momento, irá deixar a sua marca e aprofundar essa impressão¨, destacou a especialista.

Participantes do workshop

Sandra observou que gentileza gera gentileza. Uma mensagem de agradecimento após um bom papo, ou um convite para um café ou almoço pode contribuir de forma positiva.

O mais importante de tudo é respeitar seus limites. Não precisa começar seu networking já convidando o CEO para tomar um sorvete. Ás vezes, pode ser apenas um café com seus pares no trabalho.

¨Comece fazendo o que te deixa mais confortável. E, aos poucos, vá se desafiando mais e mais. No começo, pode parecer forçado, mas quando os resultados desse empenho começarem a aparecer, você ficará cada vez mais motivado¨, arrematou Sandra.

(Reportagem: Debora Soares /Fotos: Debora Soares e Raisa Soares)


Você sabe se comunicar para atingir seus objetivos?

LD | 12 de junho de 2017 in Comunicação | Comments (0)

(artigo originariamente publicado em https://www.linkedin.com/pulse/voc%C3%AA-sabe-se-comunicar-para-atingir-seus-objetivos-juliana-algodoal)

Escolhi como tema do meu primeiro artigo um assunto que tem sido alvo de muitas perguntas nos trabalhos de aperfeiçoamento da comunicação que desenvolvo como executivos. Trata-se daquela sensação que frequentemente temos de não ter palavras para falar quando precisamos.

Você talvez já tenha se perguntado porque algumas de suas reuniões desandaram se você estava preparado para elas? Ou, porque esse papo com meu amigo foi tão ruim? Ou ainda, porque o assunto da reunião mudou e eu não consegui me posicionar?

Esse tipo de problema tem várias respostas e soluções, vou me ater a um dos caminhos, reflexão. A base de tudo pode estar no conceito teórico de comunicação. Antigamente se pensava que a comunicação entre duas pessoas era constituída de uma mensagem a ser transmitida pelo falante para o ouvinte que, ao seu tempo, devolvia uma mensagem que dava continuidade a conversa entre eles como vemos nessa imagem.

Isso mudou!

Estudos mais recentes indicam que quando conversamos com alguém levamos junto, em nossos pensamentos e sentimentos, uma “turma”. Sabe qual?

Nossa história!!!

Isso mesmo, faz parte de toda conversa que temos a história de vida individual, aquela que temos com a pessoa com quem falamos, o contexto (ambiente e comportamentos exigidos nele) onde se tem a conversa, nosso conhecimento, nossos medos e preocupações, e, também, todas as sensações boas que temos em nossa mente sobre a forma como nos comunicamos. A questão é que, frequentemente, essa “turma” nos deixa inseguros ou aumenta muito nossa exigência conosco, especialmente em reuniões onde há muito a ser discutido. Isso atrapalha!

Saber isso é fundamental para nos auxiliar na comunicação porque favorece nosso autoconhecimento. Quer ver um exemplo? Você já ouviu ou leu a expressão: “escutar para entender e não para responder”? Prestar atenção naquilo que escutamos é uma das formas de aperfeiçoarmos a nossa comunicação e a tornarmos mais eficiente. Além disso facilita o controle das emoções que podem interferir para que a conversa seja pouco eficiente.

Experimente ouvir de uma forma diferente e veja o impacto que essa atitude trás nas suas conversas.

Não pretendo esgotar o assunto, já que vou continuar escrevendo sobre ele nos próximos artigos. Ao contrário, vou aprofundá-lo na medida em que for escrevendo, mas se você quiser perguntar algum ponto específico posso te ajudar.


LD | 13 de dezembro de 2016 in Comunicação | Comments (0)

 

 

 

 

 

 

ATENÇÃO- nova forma de contato

Agradecemos seu interesse pela Linguagem Direta!

Estamos migrando nosso site para um novo site, com informações atualizadas e novas informações.

Para entrar em contato conosco durante esse período e obter rápida resposta favor enviar e-mail para:

LINGUAGEMDIRETA@LINGUAGEMDIRETA.COM.BR

Obrigada!

Sandra e Juliana